terça-feira, 19 de setembro de 2017

Quando eu for grande...

Quando eu for grande, soltarei todas as amarras que me prendem à vontade de ficar. Voarei pelo infinito no sentido da imensidão do amor, que nos guia e circunda. Quando eu for grande uma lágrima vertida, se transformará numa gota de orvalho que desliza sobre as pétalas da ternura e da magnitude temporal.
Quando eu for grande...

Paula Ribeiro-autora


segunda-feira, 18 de setembro de 2017


Perfeição
Porque a perfeição só se atinge no final de cada processo, o ser humano é constantemente imperfeito, mas isso identifica-o como Humano. Como dizia Fernando Pessoa.
"O perfeito é desumano porque o humano é imperfeito"


domingo, 17 de setembro de 2017

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

"Vitória olhou mais uma vez para o placard eletrónico, que se encontrava na parede do aeroporto e viu que o ponteiro das horas parecia nem se ter mexido. Mais uma vez pensou em abandonar aquele pensamento de deserção e focalizou a sua atenção no bilhete de avião que tinha na mão. Iria partir às 5 horas da madrugada com destino a Londres..."

A outra face de Vitória-Paula Ribeiro
Também presente na Feira do Livro do Porto-Jardins do Palácio de Cristal